A Fauna de Amatenari

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Fauna de Amatenari

Mensagem por Chinchilator em Qui Mar 10, 2016 3:11 am

Índice alfabético

B

Borboleta olho-de-sol

C

Cachoeiro-rosa
Corvo vermelho

F

Falcão imperador

K

Kutu

L

Lobo híspido

R

Rasteiro-prata

T

Tesoura-dourada

Toba

Turmalina-anã



Como usar o tópico:
Responda ao tópico com a descrição de um dos animais, depois edite este post colocando o nome do animal sob a letra correspondente. Depois faça um link no nome do animal que redirecione para o post-resposta com a descrição.


Última edição por Chinchilator em Seg Maio 22, 2017 11:08 am, editado 5 vez(es)
avatar
Chinchilator
Admin

Mensagens : 82
Data de inscrição : 26/09/2015

Ver perfil do usuário http://rpg-sa.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Chinchilator em Qui Mar 10, 2016 3:12 am

Kutu

Habitat

Existente em todo o território amaterano.

Características

Um pequeno pássaro de asas e cauda curtas, incapaz de vôo. Seu corpo é rotundo, com um bico comprido, fino e ligeiramente curvado para baixo. Suas patas são compridas, cada uma sai de um tufo redondo de penugem. As penas do pescoço formam um “colarinho” eriçado. A cabeça, peito e tufos das patas são brancos, enquanto o dorso e as asas têm tons de castanho-amarelado com pintas marrons-escuras ou pretas.

Os ovos são amarelados com manchas marrons-escuras. As gemas são de um amarelo mais claro do que ovos de galinha ou codorna.

A espécia é infame por sua velocidade de reprodução. Por serem animais pequenos, de poucas defesas, e presas fáceis para quase todos os predadores, kutus possuem expectativas de vida curtas. Este fato é compensado pela sua capacidade de sempre repor a população, com sobras. Uma vez chegada a idade adulta, kutus procuram se reproduzir constantemente, ajudados pelo fato que os períodos de fecundação, incubação e crescimento são extremamente curtos. Kutus selvagens se alimentam de semestes e frutas caídas, são velozes e costumam esconder seus ovos em buracos ocultos por folhas, palha e pedaços de grama.

A variedade doméstica possui algumas particularidades. Suas patas e bico são mais curtos, o colarinho de penas não existe e a cor adequada a camuflagem é substituída por branco e amarelo-claro. Além disso, e mais importante, o kutu doméstico apresenta um volume muito maior de carne para seu tamanho. Pela facilidade de criação e quantidade de produto obtido, carne e ovos de kutu costumam ser os mais baratos entre todas as aves amateranas e um dos alimentos básicos da população de baixa renda. Há também uma variante mais recente do kutu doméstico, de penugem mais abundante, desenvolvida para a produção de lã a baixo custo.


O kutu como praga


Mais de uma vez a espécie saiu de controle por descuido de um criador e exterminadores profissionais sancionados pelo governo tiveram que reduzir seus números. Fazendeiros reportaram sementes desaparecendo dos campos e galpões em questão de semanas. Na pior das ocasiões, predadores foram atraídos para áreas de plantação ou mesmo urbanas atrás do alimento abundante. Por tal motivo, o Império fiscaliza de perto as comunidades de criadores de kutu e são exigidos documentos atualizados anualmente para manter o negócio na legalidade.


Última edição por Chinchilator em Qui Jan 12, 2017 5:27 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Chinchilator
Admin

Mensagens : 82
Data de inscrição : 26/09/2015

Ver perfil do usuário http://rpg-sa.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Chinchilator em Qui Mar 10, 2016 3:13 am

Lobo Híspido (extinto na natureza)

Habitat

Costumava abrangir as florestas e montanhas do extremo norte da província de Fuyukawa. Hoje, poucos espécimes existem em cativeiro, todos em propriedades dos arredores de Onogoro e nas ilhas de Akita.

Características

Altura de 1m a 1,10 na cernelha. É uma variedade robusta e pesada de lobo, menos ágil que seus primos, mas de incrível resiliência. Seu couro grosso é coberto de uma pelagem densa e áspera que apresenta um aspecto ouriçado e agressivo na região da espádua descendo pela coluna. Apresenta uma infinidade de padrões de cor, nos quais predominam o cinza e o marrom com algumas marcas brancas ou pretas.

Sobre a extinção do lobo híspido

A trágica história do lobo híspido foi resultado de uma ideia duvidosa de certos criadores de cães de Fuyukawa. O animal era muito presente no imaginário popular como símbolo de força e persistência, além de ser a maior das espécies de lobo amateranas. Disseminou-se o plano de tirar espécimes do ambiente para realizar cruzas em cativeiro com a intenção de criar uma variedade gigante, a serviço do ser humano.

A tentativa resultou num retumbante fracasso. Os lobos produzidos possuíam porte colossal para um lobo, mas também apresentavam propensões a dúzias de doenças e anomalias estruturais, além de serem animais agressivos de difícil controle. A linhagem rapidamente foi suprimida quando ficou evidente que não se chegaria muito longe com o experimento. A maioria dos lobos híspidos gigantes foi sacrificada por criadores incapazes de lidar com um animal tão voluntarioso e violento antes do tempo dar conta de que a variedade desaparecesse por completo.

Além do dano sofrido pela população original quando fêmeas férteis começaram a ser retiradas de seus habitats para aumentar a taxa de cruzamentos por geração, o golpe fatal para o nobre lobo híspido aconteceu com a soltura irresponsável dos espécimes de cativeiro de volta à natureza. Doenças urbanas foram transmitidas por meio destes animais para a população geral, que sucumbiu ao longo dos anos quando seus números se tornaram irreparavelmente pequenos.

O caso dos lobos híspidos inspirou uma série de Atos Imperiais recomendados pela conselheira Chie Tono, dedicados ao controle de criação de novas espécies, fiscalização e monitoramento de populações silvestres, responsabilidade de posse de animal e outros mecanismos rígidos de preservação ambiental.


Última edição por Chinchilator em Seg Dez 05, 2016 12:50 am, editado 2 vez(es)
avatar
Chinchilator
Admin

Mensagens : 82
Data de inscrição : 26/09/2015

Ver perfil do usuário http://rpg-sa.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Chinchilator em Qui Mar 10, 2016 3:14 am

Rasteiro-prata

Habitat

Presente no fundo das regiões costeiras de Amatenari e Shaohao. Também existe, em menor quantidade, a sudoeste de Vimyria.

Características

Peixe oval de corpo achatado, alcança de 40 a 50 centímetros. O rasteiro-prata é facilmente distinguível por sua cabeça assimétrica, com duas protuberâncias no lugar dos olhos em um dos lados, e pelos filamentos táteis interrompendo suas nadadeiras dorsais, anais e na região frontal. Suas escamas são pequenas e apresentam minúsculos relevos cujo cume reflete qualquer sinal de luz, fazendo-as cintilar ao menor movimento.

Mais ágil que sua aparência estranha possa aparentar, o rasteiro-prata nada com uma de suas laterais, aquela na qual estão os olhos vestigiais, voltadas para cima. Derivou seu nome de seu método de caça, no qual se enterra superficialmente na areia do fundo, deixando partes de suas escamas à vista. O efeito de luz das escamas atrai a presa, a aproximação da qual será detectada pelos filamentos, o que abre a oportunidade de ataque.

São peixes de alto valor comercial, sua carne é ingrediente de inúmeras iguarias da região, porém poucos podem pagar por elas. Entre cada segmento de carne existe uma membrana finíssima com aspecto branco-perolado. Cozinheiros experientes tomam cuidado para que a membrana seja preservada e visível no prato final, tanto por seu apelo estético quanto como prova de que se trata de um legítimo rasteiro-prata.


Última edição por Chinchilator em Seg Dez 05, 2016 12:47 am, editado 2 vez(es)
avatar
Chinchilator
Admin

Mensagens : 82
Data de inscrição : 26/09/2015

Ver perfil do usuário http://rpg-sa.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Lud em Qui Mar 10, 2016 8:17 pm

Falcão Imperador

Habitat

O falcão imperador foi originalmente observado e descrito como parte da fauna endêmica de Seul-ki, mas atualmente foram confirmadas populações ao norte de Shaohao. Após um grupo de animais ser ofertado como presente pelo governo de Seul-ki ao Império de Amatenari, uma pequena população conseguiu se estabelecer com sucesso no país.

Características

Medindo 80 cm e pesando em torno de 1,5 kg, o falcão imperador é a maior ave da região, daí o seu nome. A cor das penas varia do cinzento ao branco, cobertas de pequenas manchas castanhas nas asas e na cauda. Os filhotes apresentam penugem marrom. O bico costuma ser branco com a ponta negra, mas existem exemplares com o bico completamente branco. Estes são chamados "perolados". As patas são amarelas e os olhos variam do castanho escuro ao negro. Os ovos são cor de âmbar, com salpicos mais escuros.

Vive nas montanhas e tem preferência por climas temperados. Alimenta-se de outras aves, como o kutu, e pequenos mamíferos.

São animais raros, de difícil obtenção e treinamento, por isso tem alto valor comercial e sua posse pode ser vista como um sinal de status social. As fêmeas são mais adequadas para a prática da falcoaria, por serem maiores e mais confiantes, seguindo a tradição das outras espécies de falcão.

Pelo valor simbólico e fragilidade das populações, as criações de falcão imperador são especialmente fiscalizadas e monitoradas com o intuito de proteger a espécie de retiradas excessivas da natureza ou comércio ilegal.


Última edição por Lud em Ter Abr 25, 2017 6:36 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Lud
Admin

Mensagens : 58
Data de inscrição : 26/09/2015
Idade : 25
Localização : a sétima dimensão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Chinchilator em Qui Jan 19, 2017 11:20 pm

Cachoeiro-rosa

Habitat

Rio Beppu e seus afluentes.

Características

Um peixe comum em Fuyukawa e Kiritochi, o cachoeiro-rosa ganhou este nome por ser avistado saltando por cachoeiras do rio Beppu em determinadas épocas do ano. Seu corpo tem formato similar ao de uma carpa ornamental (nishikigoi), porém mais comprido, podendo chegar de 90 centímetros a um metro. As escamas são róseas, com manchas vermelhas perto das guelras. Como o salmão e o atum, é um peixe de carne mais escura e avermelhada.

Quando cozido, a carne ganha uma consistência extremamente macia que dispensa o uso de facas. Por este motivo e pela boa quantidade de nutrientes que oferece, é popular como parte de sopas e ensopados, em particular em receitas revigorantes para convalescentes.
avatar
Chinchilator
Admin

Mensagens : 82
Data de inscrição : 26/09/2015

Ver perfil do usuário http://rpg-sa.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Lud em Ter Jan 24, 2017 9:01 pm

Tesoura-dourada

Habitat

O falcão tesoura-dourada é uma ave de rapina de hábito diurno e médio porte que pode ser encontrado ao sul de Amatenari, habitando florestas à margens de lagos e rios.

Características

O tesoura-dourada mede entre 35 e 45 cm de comprimento, com uma envergadura de asas de 89-119 cm e peso de 0,6-1,5 kg, sendo as fêmeas maiores e mais pesadas que os machos e constituindo este o único dimorfismo sexual. A sua plumagem é característica, em tons de castanho-escuro no dorso e asas; cabeça marrom e queixo branco; bico escuro com base amarela; e patas amarelas com garras pretas. Os olhos são grandes e negros. As asas são afiladas e longas. A cauda é singular em sua forma de V e penas de tom castanho-dourado, característica que dá o nome à espécie.

Pode alimentar-se de uma grande variedade de presas incluindo aves, morcegos, pequenos mamíferos e ocasionalmente peixes e insetos. São aves muito ágeis e inteligentes, estando entre as preferidas pelos praticantes de falcoaria.

Se reproduzem apenas uma vez ao ano, colocando de três a quatro ovos em ninhos feitos de gravetos montados na copa das árvores mais altas. Os ovos são incubados pelo casal de pais ao longo de cerca de um mês.


Última edição por Lud em Ter Jan 24, 2017 9:04 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Lud
Admin

Mensagens : 58
Data de inscrição : 26/09/2015
Idade : 25
Localização : a sétima dimensão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Lud em Ter Jan 24, 2017 9:04 pm

Turmalina-anã


Habitat

É um pássaro comum em bordas de florestas e campos com árvores esparsas. Vive normalmente aos pares ou em pequenos grupos, procurando insetos ativamente na folhagem ou alimentando-se de frutos em árvores e arbustos. Habita o sul de Amatenari, sendo encontrado com facilidade em áreas urbanas de Yasakani, o sul de Seul-ki e grande parte das planícies de Shaohao.
Características

Mede aproximadamente 13 centímetros de comprimento e pesa, em média, 16 gramas. Apresenta acentuado dimorfismo sexual: o macho tem o corpo azul, com a cabeça e o rabo pretos, enquanto a fêmea é cinzenta, com a cabeça azulada e pernas alaranjadas. Seu canto é melodioso com uma nota alta no término.

Alimenta-se de néctar, insetos e frutas. Aprecia cerejas-claras.

Reproduz na primavera e no verão, atingindo a maturidade sexual aos 12 meses. O ninho é feito de fibras finas entre as folhas externas de uma árvore. A construção do ninho é tarefa da fêmea, que é protegida pelo macho contra intrusos. Os 2 ou 3 ovos são esbranquiçados ou branco-esverdeados com manchas cinza-claras e são incubados pela fêmea. Durante este período ela é, às vezes, alimentada pelo macho. Os filhotes são alimentados pelo casal e permanecem no ninho cerca de 15 dias. Costuma ter de 2 a 4 ninhadas por temporada.


Última edição por Lud em Ter Jan 24, 2017 9:30 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Lud
Admin

Mensagens : 58
Data de inscrição : 26/09/2015
Idade : 25
Localização : a sétima dimensão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Lud em Ter Jan 24, 2017 9:07 pm

Borboleta olho-de-sol
Outros nomes: olho-de-amaterasu

Habitat

Habita o nordeste de Amatenari.

Características

Tais borboletas têm cerca de 60 mm de envergadura e asas brancas com duas marcas vermelhas em forma de círculo nas asas. As fêmeas são ligeiramente maiores e possuem círculos negros ao redor das marcas vermelhas. Começam a sua vida como um ovo posto por uma fêmea adulta numa folha de bambu. É do tamanho da cabeça de um alfinete e quando choca, 3 a 12 dias depois, nasce a pequena lagarta negra com manchas amarelas e estruturas urticantes no corpo.

Suas asas liberam escamas que podem causar urticária ao entrar em contato com a pele e olhos, causando queimaduras se em grande quantidade ou exposição prolongada.
avatar
Lud
Admin

Mensagens : 58
Data de inscrição : 26/09/2015
Idade : 25
Localização : a sétima dimensão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Chinchilator em Seg Maio 22, 2017 11:07 am

Corvo vermelho
Outros nomes: mil-vozes, rouba-vozes, prega-peças, beira-do-caminho


Habitat

Floresta de Koukai

Características

Menos uma espécie de pássaro e mais uma parte do extensivo folclore de Koukai, o corvo vermelho é uma espécie pouco compreendida, como muitos outras da fauna e flora da antiga floresta. Lendas locais versam sobre seres mal-intencionados, que vivem nas árvores e fazem pretensos exploradores perderem o senso de direção, apenas para devorar seus corpos e roubar suas vozes, acrescentando a seu repertório de truques.

A verdade é menos fantástica, mas não menos fascinante. O corvo vermelho mede cerca de 50 cm e a envergadura de suas asas pode variar de 70 a 100 cm. Seu nome mais mundano se deve às manchas rubras na região do peito, ponta das asas e cauda. Machos costumam apresentar uma pigmentação mais alaranjada e manchas maiores, ocasionalmente apresentando um “colarinho” na frente do pescoço. As fêmeas possuem mais penas negras e os pontos de coloração que existem são de um vermelho mais puro e profundo.

Inteligentes e de aprendizado rápido, corvos vermelhos possuem uma aptidão especial mesmo entre os corvídeos para a fala e imitação de sons. Após algumas tentativas, são capazes de emular qualquer som, mesmo que este tenha sido ouvido uma única vez. O repertório de cada espécime expande-se com o passar dos anos e cria um linguajar único àquele indivíduo, aplicado a comunicações surpreendentemente complexas. Suspeita-se que animais mais velhos tenham uma igual capacidade de distorcer e combinar estes sons, por exemplo, repetindo uma frase ouvida de uma pessoa com a voz de outra, ou criando um canto único baseado naqueles ouvidos de outros pássaros.

De fato, os corvos vermelhos são criaturas de personalidade multifacetada. São sociáveis, formando colônias nas árvores cujos frutos ganharam muito apropriadamente o nome “coração-de-corvo”, única parte insubstituível de sua dieta onívora. Auxiliam-se mutuamente na proteção e alimentação dos filhotes, bem como no cuidado de membros velhos e doentes. Possuem imensa curiosidade; com seus olhos penetrantes e afinidade para sons, reconhecem quaisquer alterações em seu território e tendem a investigá-las de perto, por receio ou entretenimento.

Não surpreende que, ao entrar na floresta, um viajante incauto seja surpreendido por sons estranhos vindo de todos os lados, alguns de vozes, outros de vento e água, ou ecos sem origem perceptível. Não conta a favor da espécie que a curiosidade destes corvos é impulsionada por uma veia brincalhona. Assim como outras espécies de corvo se entretém puxando as caudas de lobos, o corvo vermelho faz pouca distinção entre o alvo de suas brincadeiras. Se suas ações instintivas causam uma reação divertida em um ser humano, o bando pode dedicar horas do dia a repetir o mesmo efeito.

Ao mesmo tempo, esta ave esperta e jovial pode ser extremamente agressiva. Sua tenacidade e violência em defender companheiros, territórios ou simplesmente afastar outro animal considerado impertinente (não poucas vezes humanos) não perde para as aves de rapina mais ferozes. Para desespero de muitos, raramente o agressor é solitário, pois devido à natureza social e senso de comunidade, estas aves compartilham seus ataques com o mesmo ânimo que compartilham sua comida.

Em tempos antigos, cultistas de Tussuru admiravam e louvavam estas criaturas como resultado de uma metamorfose divina. Porém, nenhum sucedeu em sua domesticação e não por falta de tentativa. Embora sejam animais de maior sagacidade que alguns humanos, é impossível fazê-los dobrar a uma vontade senão a sua própria. Os poucos que aprenderam a cultivar laços de amizade com estas criaturas fascinantes logo aprendem que nem o maior apreço supera sua teimosia e independência. Para o corvo vermelho não existem comandos, apenas pedidos, que se insistentes demais podem tornar qualquer um em um alvo merecido de bicos e garras.
avatar
Chinchilator
Admin

Mensagens : 82
Data de inscrição : 26/09/2015

Ver perfil do usuário http://rpg-sa.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Lud em Seg Jun 26, 2017 2:03 pm

Toba

Habitat

Vivem nas regiões quentes de todos os oceanos. Em Amatenari, são encontrados na costa sul.

Características

Apresenta o corpo circular, com boca grande e alongada e duas barbatanas dorsais bem separadas. A barbatana caudal é bifurcada. Suas escamas apresentam uma coloração azul-esverdeada e tem pequenos olhos amarelos. Os peixe toba têm um sistema vascular especializado em trocas de calor, podendo elevar a temperatura do corpo acima da água onde nadam - são endotérmicos. Por esta razão, são grandes nadadores, podendo realizar migrações ao longo dum oceano. Normalmente formam cardumes só de peixes da mesma idade. O toba adulto pesa em torno de 5 kg e mede entre 30 e 40 centímetros de comprimento.

Sua carne, de sabor delicado e sem espinhas, é muito apreciada. Possui uma coloração avermelhada e, dependendo da parte do peixe, pode ser mais tenro e firme ou mais macio. O toba mais procurado e mais caro tem uma tonalidade bem mais clara, em um tom de rosa claro. Esses são costumeiramente encontrados na costa de Nankou e fazem fama na culinária tradicional da região. Sua carne é considerada a mais gordurosa e macia dentre as variedades de toba e acredita-se que tenha propriedades curativas para problemas vasculares.
avatar
Lud
Admin

Mensagens : 58
Data de inscrição : 26/09/2015
Idade : 25
Localização : a sétima dimensão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Fauna de Amatenari

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum